A Melhor e mais Moderna Clínica Odontológica de Venda Nova. 

Local:

Rua Padre Pedro Pinto, 445, Salas 301 a 307.Venda Nova - BH.

RX Panorâmico

O que é, como é feito e para que serve o RX Panorâmico

 

Por: Dr Lucas Marques

Especialista em Ortodontia

Especialista em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial

 

 

A radiografia panorâmica ou também chamada de ortopantomografia é um exame em que se pode observar toda a estrutura óssea facial, os dentes e suas posições, a maxila e mandíbula em uma tomada radiográfica única.

É considerado um exame em que se pode observar a estrutura de forma generalizada sem muitos detalhes onde qualquer  suspeita de cáries deve-se pedir um exame mais detalhado.

Geralmente este exame é feito em centros de radiologia especializado utilizando o aparelho de Rx Panorâmico.

Para a realização do exame, o paciente é posicionado no aparelho de maneira a se evitar a movimentação durante o exame.

O exame é rápido e dura em torno de 3 minutos do início do posicionamento ao final do exame,o resultado sai imediatamente e vai para o email do dentista.

Se o seu dentista solicitou o exame de rx panorâmico entenda uma coisa: é um exame extremamente importante para ter uma visão geral do todo. Muitas são as informações que podem ser mostradas por um exame de radiografia panorâmica.

A seguir, alguns exemplos de estruturas encontradas em um exame de rx panorâmico.

A seguir algumas aplicações do RX panorâmico:

No exame acima, podemos observar a presença dos terceiros molares superiores inclusos do lado direito e esquerdo.

Neste exame, de um caso bastante complexo, notamos:

1- terceiros molares(sisos) inclusos;

2-terceiro molar já erupcionado;

3- presença de placa de estabilização de uma fratura ja consolidada e a relação dos parafusos de contenção com a raiz do dente segundo molar inferior direito.

Neste rx podemos observar entre outras coisas:

1- presença de implantes ja instalados e seus eixos de inserção;

2- tratamento de canal executado no segundo molar inferior direito;

3- presença de lesão cariosa no primeiro molar inferior do lado direito. Pelo rx panorâmico, pode-se notar somente que existe a lesão cariosa. Para um melhor detalhamento do caso deve-se pedir exames complementares.

Aqui se observa também:

1- presença de sisos inclusos inferiores causando cáries nos segundos molares;

2- perda generalizada de estrutura óssea de sustentação dos dentes e suspeita de reabsorção interna do incisivo superior esquerdo que deve ser melhor visaualizada por exame de rx periapical;

Aqui, algumas estruturas de curiosidade que também aparecem no rx panorâmico:

1- coluna vertebral;

2- nervo alveolar inferior;

3- côndilo e fossa articular.

Conclusões

O rx panorâmico é um exame indispensável, para um correto diagnóstico da condição odontológica do paciente. É um exame relativamente barato que mostra uma infinidade de informações para o correto tratamento do paciente.

Durante um tratamento, muitas vezes são solicitados vários exmes de rx panorâmico para avaliar o andamento do caso.

 

Somos a Villa Odontologia Avançada.

Nossa missão é oferecer odontologia de qualidade e transformar cada cliente em um amigo.

 

Whatsapp Ligar Agora

Quais os cuidados no pós-operatório das cirurgias de sisos?

Entenda os cuidados para uma boa recuperação após uma cirurgia odontológica.

Por: Dra Iáskara Duarte

Seguem os cuidados pós-operatórios indicados pela Villa Odontologia para as cirurgias de Sisos ou outros dentes.

Estes cuidados visam uma melhor recuperação do paciente e uma cicatrização mais rápida.

Repouso – Assim que o procedimento é encerrado a pessoa pode voltar para casa, já que a anestesia usada é apenas local. Mesmo assim, é preciso manter um tempo de repouso, evitando esforços. Nas primeiras 24 horas é ainda mais importante se abster para que não ocorram inchaços ou sangramentos. A retomada das atividades rotineiras pode acontecer cerca de dois a três dias após a cirurgia, segundo a recuperação de cada pessoa ou a recomendação do especialista.

  • Aplique gelo no local

Quando uma pessoa precisa extrair um dente, seu organismo reage desencadeando um tipo de inflamação no local operado. Os vasos sanguíneos sofrem dilatação, com isso, podem ocorrer inchaços, sensibilidade, sensação de calor e, algumas vezes, sangramentos.

Fazer compressas frias ajuda a minimizar essa reação inflamatória trazendo mais conforto para a pessoa. Portanto, nas primeiras 24 horas, faça a aplicação de gelo no local, mas pela parte externa.

Proteja a pele com um tecido e use gelo ou uma bolsa térmica fria. Mantenha a compressa por 20 minutos, faça um descanso pelo mesmo período e repita a aplicação. Isso poderá ser feito diversas vezes ao dia.

  • Evite fazer bochecho

O bochecho parece um ato inofensivo, mas pode trazer complicações e desconfortos quando realizado no pós-operatório do siso. Afinal, a água passa com velocidade pelo local operado, provocando uma sobrecarga na região. Para enxaguar a boca, movimente a água com bastante delicadeza, sempre procurando poupar a região que foi operada.

Esse é o caso de fazer movimentos com a bochecha para cuspir. As garrafas de água individuais que exigem sucção também devem ser evitadas, bem como os canudos. Essa contração da face provoca uma espécie de vácuo na cavidade bucal, que pode favorecer sangramentos e causar dor, além de dificultar a cicatrização dos tecidos.

  • Escove os dentes delicadamente

O ato de escovar os dentes durante o pós-operatório do siso demanda bastante cautela. O ideal é se posicionar em frente ao espelho para conseguir visualizar o local que está sendo higienizado, evitando que a escova atinja a área operada.

Faça os movimentos com mais suavidade que de costume. Utilize sempre uma escova com cerdas bem macias e prefira aplicar pouco creme dental. Desse modo, não se formará muita espuma e você não terá dificuldade para enxaguar a boca ao final da escovação.

 

Se resíduos de alimentos ficarem presos nos pontos, você pode usar um cotonete embebido em água filtrada e, delicadamente, retirá-los. Tenha bastante cuidado com esse procedimento e, em caso de dúvida, consulte o cirurgião dentista para receber recomendações.

  • Adapte sua alimentação

A alimentação também precisa passar por algumas adequações. Pelo menos nas primeiras 48 horas, o ideal é preferir alimentos frios e líquidos, que são mais fáceis de deglutir e não precisam ser mastigados.

Algumas boas opções para esse momento são os sucos, iogurtes, sorvetes e leite. Evite bebidas e alimentos quentes porque as temperaturas mais altas estimulam o processo inflamatório e podem trazer bastante desconforto. Também se abstenha de bebidas alcoólicas, refrigerantes e produtos com acidez.

Conforme for se sentindo melhor, é possível ingerir alimentos um pouco mais consistentes, sempre preferindo as texturas macias para não realizar muito esforço ao mastigar. Conforme explicamos, as bebidas não podem ser ingeridas com canudos. Logo, prefira beber direto do copo para não fazer sucção.

  • Procure falar pouco

Quanto menos movimentos forem realizados com a boca, mais tranquilo e confortável será o pós-operatório. Isso porque as movimentações podem sobrecarregar a área operada, gerar atritos e favorecer dores, inchaços e sangramentos.

Sendo assim, em especial no primeiro dia, procure falar apenas se necessário. Também evite abrir a boca demais, dar gargalhadas e se deitar sobre o local operado. O objetivo é que a região sofra o mínimo de impacto para que os tecidos cicatrizarem mais rápido.

  • Tome os medicamentos indicados

O cirurgião dentista poderá receitar medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios. Essas substâncias ajudam a minimizar possíveis desconfortos, permitindo que o local operado tenha uma boa recuperação e não desenvolva complicações.

Tome os medicamentos conforme recomendado pelo especialista. Respeite a dosagem, os horários, não faça substituições e mantenha o tratamento pelo tempo prescrito. Caso você sinta algum desconforto a mais, não se automedique. Converse com o dentista e relate o que está acontecendo.

Provavelmente, você também precisará retornar ao consultório para retirar pontos ou fazer o acompanhamento, a fim de verificar como se deu a cicatrização. Não falte a essa consulta para que o profissional avalie sua saúde bucal e dê alta.

  • A importância dos cuidados

A extração de dentária consiste em um procedimento invasivo que pode desencadear desconfortos durante o pós-operatório. Os cuidados evitam que o paciente sinta dor e tenha sangramentos ou que os pontos se soltem.

Além disso, as recomendações servem para garantir que os tecidos cicatrizem da melhor maneira, prevenindo inflamações. Essas medidas ainda evitam a proliferação de bactérias nos locais operados, o que poderia acarretar uma infecção.

pós-operatório do siso costuma ser bastante tranquilo, porém, perceba que muito depende do próprio paciente para garantir a boa recuperação. Sendo assim, siga à risca as instruções do cirurgião-dentista. Caso tenha algum sintoma, desconforto ou dúvidas, agende um retorno e relate tudo ao especialista, evitando receitas e medidas caseiras.

A extração do siso e outros procedimentos devem ser realizados por profissionais de confiança. Então, entre em contato conosco e deixe a nossa equipe cuidar do seu sorriso!

Fale Conosco

Whatsapp Ligar Agora