A Melhor e mais Moderna Clínica Odontológica de Venda Nova. 

Local:

Rua Padre Pedro Pinto, 445, Salas 301 a 307.Venda Nova - BH.

O que é o Bruxismo, quais suas consequências e como tratar?

Por: Dr. Lucas Marques

Muito temos ouvido falar do bruxismo e muitos são os trabalhos que buscam entender esta anomalia. Mas afinal de contas o que é o bruxismo? Por que ele ocorre e o que pode trazer de consequências para o nosso organismo?

Para começar a entender vamos separar o bruxismo em duas categorias: bruxismo do sono e bruxismo de vigília.

O bruxismo do sono é uma atividade dos músculos da mastigação durante o sono. Pode ser um apertamento contínuo ou vários apertamentos fortes e intermitentes que acontecem enquanto o paciente está dormindo. O bruxismo do sono acontece em 8 a 16% das pessoas e mais frequente em pessoas mais jovens podendo aparecer em 40% das crianças.

O bruxismo de vigília também pode ser rítimico com vários apertamentos fortes ou sustentado em que o paciente aperta os dentes de maneira contínua e forte durante o dia acordado. Está presente em 22% da população.

Tanto durante o sono quanto acordado, o bruxismo é considerado um hábito involuntário associados com o stresse cotidiano muitas vezes conexo com responsabilidades familiares o pressão no trabalho.

Uma tríade muito comum está presente no bruxismo. É muito comum o paciente possuir além do bruxismo uma má qualidade do sono ou apneia do sono e/ou o refluxo gástrico que devem ser investigados e tratados concomitantemente.

Outras causas como o uso de cigarro, consumo de álcool, cafeína, drogas psicoestimulantes e antidepressivos.

 

Diagnóstico

 

O diagnóstico e o grau do bruxismo apresentado pelo paciente é um grande desafio pois não existe um método preciso. Um estudo de cada paciente deve ser feito, análise do sono e muitas vezes associamos com sintomas, consequências, aplicativos de celular que ajuda o clínico no diagnóstico e o paciente na percepção. Exames de polissonografia também pode auxiliar no diagnóstico.

 

Consequências do Bruxismo

 

A consequência mais evidente do bruxismo é o desgaste dos dentes. Muitas vezes desproporcional com a idade. Pacientes jovens com muito desgaste dentário por exemplo.

A segunda alteração que pode estar presente são as dores faciais e da articulação temporomandibular(ATM). Assim como entendemos que no apertamento os dentes podem sofrer desgaste, a articulação temporomandibular pode também receber esta força e se desgastar ou traumatizar e ficar dolorida. Desgastes na ATM são na maioria das vezes irreversíveis e podem gerar um quadro de artrite ou artrose irreversível na ATM. A musculatura da mastigação também podem ficar doloridas pelo excesso de atividade muscular e irradiar a dor para a face, pescoço e cabeça.

 

Tratamento do Bruxismo

 

O tratamento do bruxismo é ainda um desafio para o clínico porém muito importante para o paciente.

O primeiro passo para o tratamento é a conscientização do paciente em relação ao hábito principalmente durante o dia. Na tentativa de conscientizar o paciente e influenciar no tratamento são utilizados aplicativos de celular para educação cognitiva comportamental e aplicativos que monitoram a qualidade do sono. Link para baixar em nossa página.

O segundo recurso mais utilizado é a placa estalilizadora. Também chamada de placa de bruxismo, é um artifício que deve ser usada entre os dentes com o objetivo de proteger os dentes contra o desgaste e posicionar a mandíbula e o côndilo em uma posição mais fisiológica em que não sofram também o desgaste articular. A correta confecção das placas de maneira personalizada e os ajustes são de fundamental importância para o sucesso do tratamento. Atualmente as placas são confeccionadas digitalmente onde um projeto digital é feito para cada paciente e suas necessidades.

Alguns medicamentos que atuam no sistema nervoso autonômico também tem sido testados.

A toxina botulínica ou “botox” também é um recurso utilizado com o objetivo de bloquear a liberação de acetilcolina nas fendas sinápticas impedindo a contração da musculatura. Porém existem alguns fatores que devem ser estudados por um profissional ético e experiente antes  antes de indicar o tratamento com toxina botulínica.

 

Na prática clínica diária sabemos a importância do bruxismo e suas consequências para o paciente. Diagnosticar corretamente, envolver e motivar o paciente no tratamento e suas limitações e tratar suas consequências deve ser o objetivo de cada profissional que lida com o bruxismo.

Conheça nosso site, e nosso blog.

Fale Conosco:

Whatsapp Ligar

 

Bibliografia: Conti, P.  DTM Disfunções Temporomandibulares e Dores Faciais. Aplicações clínicas das evidências científicas.